Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Apeadeiro da Mata

Apeadeiro da Mata

29
Jun23

Hoje é Dia de São Pedro.

Francisco Carita Mata

São Pedro. Original. 28.06.23.

Ermida e Cruzeiro em Aldeia da Mata

São Pedro. Original. 28.06.23.

E outros considerandos e considerações... que isto das conversas...

Ontem, levantei-me cedo, antes do sol nascer e fui tirar fotos junto à Ermida de São Pedro, na “plataforma” do Cruzeiro. “Levantar cedo…” Não é coisa que faça todos os dias.

A propósito de nascer do sol... Hoje, tomei conhecimento que afinal o sol nasce mais cedo do que eu pensava. A modos que hoje nasceu às seis e seis. Não que eu visse ou fotografasse, as fotos são todas de ontem. Foi o Zé António, madrugador, que todos os dias vai trabalhar para o Monte da Taipa, antes das seis, que me informou. Fica o registo e a correção para o postal de Aquém-Tejo. Obrigado pela atenção.

A foto que tutela o postal é da Ermida de São Pedro.

A 2ª é do Cruzeiro documentando o nascer do Sol.

São Pedro. Original. 28.06.23.

A 3ª é da janela com o registo documental do trabalho de recuperação mandado fazer por Sr. Joaquim Pedro Dias, de que já falámos anteriormente.

São Pedro. Original. 28.06.23.

A 4ª foto é do Cruzeiro ainda enfeitado, com o cordão vegetal de plantas e flores, agora secas. Dia da “Bela Cruz” – 3 de Maio.

São Pedro. Original. 28.06.23.

5ª foto: Excertos do cordão com as flores já secas.

São Pedro. Original. 28.06.23.

E a 6ª foto e última, foto tirada da plataforma do "Cristo Rei", antes do sol nascer ou pelo menos não estando ainda visível devido aos fumos (?!), com umas mirones a fazerem-se às selfies!

 

20
Jun23

Rosa singela… Rosa complexa

Francisco Carita Mata

Rosa singela. Original. 04.06.23.

Rosa brava: Alma-Mater de Rosa elaborada.

Ontem, publiquei um postal sobre a Gulbenkian onde pontificava imagem de uma rosa, cuja variedade desconheço. Imagem dessa rosa já surgira, em anterior postal, ilustrando Poema de Camões.

Rosa Gulbenkian. Original. 04.06.23.

Dessa variedade de rosa, temos um exemplar, modesto, no quintal de cima, obtido a partir de semente, trazida precisamente do Jardim da Gulbenkian, talvez há cinco ou seis anos, bem antes da pandemia. (Trazer plantas de variados locais é uma das minhas manias!)

Neste roseiral da Gulbenkian, que ladeia a entrada principal da Fundação, a nordeste, observa-se que as roseiras resultaram de enxerto. Nestes casos, habituais em jardinagem e nas roseiras que disponibilizam os vendedores, há sempre um porta-enxerto de roseira brava – singela, normalmente da cor da roseira que se pretende enxertar.

As fotos documentam o facto. (Os porta enxertos, frequentemente, rebentam na base ramos bravios, muitos florescem e até chegam a criar frutos, contendo sementes.)

A foto titulando o postal é da rosa brava – singela. É lindíssima, na respetiva singeleza! (Também já apresentei fotos de outras roseiras bravas, da minha Aldeia.)

(Na minha opinião, em Portugal, jardim sem rosas não é jardim!)

Este postal, em Apeadeiro, pretende fazer a ligação com o postal de Aquém-Tejo. Também e muito especialmente para verificar um facto que ocorre em Aquém-Tejo, já há alguns meses e que explanarei em postal específico.

Porque será que os meus postais de Aquém-Tejo não figuram nas “janelas” das “tags” habituais?! “Últimos posts”, “Quotidiano”, “Opinião”, “Poesia”, “Natureza”, mesmo quando eu coloco estas “tags”, indexadas ao post!

(Em Apeadeiro os postais surgem sempre.)

Alguma aselhice minha, certamente!

Gostaria que a Equipa SAPO me pudesse ajudar.

Tentarei expor a situação em postal de Aquém Tejo. Obrigado.

 

13
Jun23

Uma Canção de Camões!

Francisco Carita Mata

«JÁ A ROXA MANHÃ CLARA»

   «Já a roxa manhã clara

Do Oriente as portas vem abrindo,

Dos montes descobrindo

A negra escuridão da luz avara.

O Sol, que nunca pára,

Da sua alegre vista saudoso,

Trás ela, pressuroso,

Nos cavalos cansados do trabalho,

Que respiram nas ervas fresco orvalho,

Se estende, claro, alegre e luminoso.

Os pássaros, voando,

De raminho em raminho vão saltando,

E com suave e doce melodia

O claro dia estão manifestando.

(…) (…) (…) (…)

Pôr-do-sol. Foto original.17.04.23.

   Canção de cisne, feita na hora extrema,

Na dura pedra fria

Da memória te deixo, em companhia

Do letreiro da minha sepultura;

Que a sombra escura já me impede o dia

*******

 In. “…  Sonetos e Canções (Camões) – para o 5º ano dos Liceus – Porto Editora – Porto

Por J. Simão Portugal e M. Francisco Catarino

Edição: Anos 60? (séc. XX).

(pp. 91, 93.)

*******

Nunca é demais homenagear Luís Vaz de Camões.

Para além de Sonetos… também Canções!

(Hoje também é Dia de Outro Poeta!)

*******

Foto?! Pôr do Sol, em Aldeia da Mata (17/04/23). É mais difícil "apanhar" o Nascer do Sol!!!!

 

06
Jun23

No “Vale de Baixo” – Aldeia da Mata!

Francisco Carita Mata

No Caminho da Fonte das Pulhas – Alto Alentejo

No início do Caminho da Fonte das Pulhas que também vai dar ao “Porcos Unho” - (horta, ribeira e passadeiras) – após o “Chão da Atafona”, nem cem metros percorridos, temos no lado direito – Norte – o “Vale de Baixo”!

Imagem global, o Vale, enquadrado por ramo de Catalpa:

Vale de Baixo. Original. 27.05.23.

(O campo semeado de azevém, uma parte já ceifada. Em plano médio, o renque de árvores formado pelos freixos e o choupo negro)

Um ramo de Catalpa florida.

Catalpa. Original. 27.05.23.

A planura semeada de feno – azevém (?) – e mal se vendo, falta de habilidade fotográfica, uma ave.

Vale. original. 27.05.23.

Uma pega azul! Que me lembre, este ano foi a primeira vez que vi este tipo de ave, na minha região. (Já vira no Algarve.)

Fotos da romeira cheia de flor.

Romeira. original. 23.05.23

E o “amigo” Gil (Eanes), o “Caçador”, numa das suas passeatas, acompanhando-me.

Gil. Original. 28.05.23.

(Quis realçar a flor da silva, mas ficou "desfocada". O gato estragou a foto?!)

(As fotos são todas de finais de Maio, já havia chovido ou estava em vias de...)

Bons passeios, com saúde, e Obrigado pela visita!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D