Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Apeadeiro da Mata

Apeadeiro da Mata

29
Nov23

Pores do Sol: 23 e 25 de Novembro... E hoje!

Francisco Carita Mata

Caro/a Leitor/a,

Certamente dirá que eu abuso das fotos dos pores do Sol!

Mas como poderei deixar de publicar, pelo menos, algumas imagens destes ocasos que o sol nos proporciona, nestes dias finais de Novembro? Agora, verdadeiramente Outono, anunciando-se Inverno, a modos de o frio começar a surgir. Alguma chuva, pouca, tem caído nestes dias finais, deste “Mês dos Santos”, que foi quase sempre em modos de “Verão de São Martinho”!Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Foto de 23/11: limite sul do adro da Igreja Matriz.)

As duas seguintes são de 25 de Novembro.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Chão da Atafona) 

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Hoje, em Aquém-tejo, publiquei um dos meus postais, dedicado às “politiquices”, em que foco um “bitaite” sobre esse dia…)

Na foto de hoje, as cores já são outras!

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

E, por abordar o Outono...

Choupo e freixo. original. Nov 23

(Vale de Baixo, o choupo, verdadeiramente outonal!)

(27/11/23)

 

19
Nov23

Verão de São Martinho a terminar!

Francisco Carita Mata

Aldeia da Mata

Ocasos destes dias agradáveis, que, em breve, o frio virá.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

Estamos no Verão de São Martinho. Ainda!

Informam os meteorologistas que terminará esta semana, que se inicia.

Antes de terminar, não quero deixar de apresentar algumas fotos de pores do sol, deste Verão de São Martinho de 2023, quase a findar.

(Os dias têm estado mesmo quentes. Tenho aproveitado para replantar algumas árvores, transplantando-as dos vasos, onde as semeei ou abacelei, para os terrenos onde as quero ver implantadas. Gosto de fazer estes trabalhos nesta época, verdadeira “Primavera do Outono”. Tentarei escrever e publicar sobre o assunto.)

Hoje, 19 de Novembro, quero documentar sobre este Verão, a findar. Também há quem lhe chame “Veranito”!

Fotos originais, de 18, 15 e 14 de Novembro.

A 1ª foto, que titula o postal, é de ontem, dia 18, tirada no adro da Igreja, já após as 17h. e 30’.

A que se segue, também de ontem, no início da Azinhaga da Fonte das Pulhas.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Nestas fotos, os laranjas são mesmo dos verões! Também realço os azuis!)

Na foto seguinte, de 15 / Nov., tirada quase no Porcozunho, realço os cinzas das nuvens.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

As fotos subsequentes são todas de 14 de Novembro.

Pôr-do-sol, visto do adro da Igreja.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Publiquei foto idêntica noutro postal.)

Foto tirada no Chão da Atafona.

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(Ainda antes do sol se por...o perfil das oliveiras e de um cedro.)

As ovelhas pastando, ainda o sol não se pusera...

Pôr do sol. Foto original. Nov.23.

(...brilhando, já quase escondido pelas oliveiras.)

A última foto deste painel, ainda de dia, no Vale de Baixo.

Vale de Baixo. Original. Nov.23.

(De tarde, as ovelhas pastando no prado ajardinado.)

Verdadeira "Primavera do Outono"!

 

16
Ago23

Ocaso d'azul e amaranto!

Francisco Carita Mata

Pôr do sol. Foto original. 13.08.23.

Aldeia da Mata - 13 de Agosto de 2013

Pôr do sol. Foto original.13.08.23.

(Fotos anteriores, a partir do adro da Igreja Matriz.)

Já apresentei algumas fotos, ontem, em "Aquém-Tejo" sobre este tempo após o pôr-do-sol.

Mas não resisti a publicar mais algumas fotografias  que tirei do ocaso... pois ficaram muito especiais.

(Azul e amaranto. O Amaranto - ave - também tem andado pelas figueiras feito papa-figos, compartilhando connosco os deliciosos frutos. Mas a esses pássaros, bem como aos outros, é-me muito difícil fotografar.)

Fica o amarelo - laranja - cinza, do pós poente, na foto seguinte, já no Vale de Baixo.

Pôr do sol. Foto original. 13.08.23.

E as ovelhas em modo fantasmagórico!

Pôr do sol. Foto original.13.08.23.

Bons passeios, apesar do calor, embora, ontem, já tivesse estado um pouco mais fresco.

 

04
Mar23

Um Pôr-do-Sol de realce!

Francisco Carita Mata

Por do sol. Foto original. 03.03.23.

Aldeia da Mata – Adro da Igreja

Os primeiros dias de Março foram “Dias de exercício no Ginásio IV” – no “Vale de Baixo”.

Ontem, 6ª feira, houve um pôr-do-sol de realce. Não resisti. Fiquei um pouco mais pelo campo, para fotografar. O Ocaso é já pelas 18h. e 30’, sensivelmente. (Não me perguntem momentos exatos, que o Astro põe-se tão devagar e eu estou sempre apressado.)

Mas as fotos aí estão. No Adro, da Igreja Matriz, mas cada vez mais para Norte. 

Pôr do sol. Foto original. 03.03.23.

Também tirei no Chão da Atafona, com o perfil do Carvalho Roble, ainda sem folhas.

Pôr do sol. Foto original. 03.03.23.

(A Primavera vem-se anunciando, mas observo que muitas plantas ainda estão em contenção, certamente precavendo-se à falta de chuva. E ao frio.)

E da Grevília.

Pôr do sol. Foto original. 03.03.23.

Nos trabalhos, as companhias habituais: Gil e Bart. (Desta vez, sem direito a foto.) E também uns mirones, que fotografei, mas não divulgo.

Uma imagem dos trabalhos: Uma Figueira, liberta das silvas que a enleavam.

Figueira no Inverno. Foto Original. 03.03.23.

(O corte dos troncos não foi de minha autoria. Os senhores da Junta tiveram essa cortesia.)

Enquanto tirava fotos um bando de pássaros pretos “vozeava” bem no alto da Araucária.

Araucária. Do Adro de São Martinho. Foto original. 03.03.23

Bem no cocuruto. Julgo que seriam estorninhos, despedindo-se do dia. Não sei se aí pernoitarão, mas julgo que não.

Até logo, ou até já, que gostaria de criar outro postal. Ou até próximo postal.

Saúde e Paz!

 

21
Jan23

Pôr-do-sol – 21/01/23 – Aldeia da Mata.

Francisco Carita Mata

Uma imagem lembrando as cores dos Mestres Italianos!

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

(Presunção… e água benta!)

Relativamente ao dia 20 de janeiro e no referente ao aumento dos dias, costuma-se dizer:

“Em vinte de Janeiro, uma hora por inteiro, mas quem bem contar, hora e meia lhe há de achar”

As fotos do pôr-do-sol não são de ontem, porque o ocaso não proporcionou imagens bonitas. São de hoje, 21/01/23, sábado, em que o sol, ao pôr-se, possibilitou boas fotos.

Relativamente ao aumento dos dias, não tenho valores exatos. Não fui verificar a que horas o sol nasceu. Levantar cedo?! Com o frio que está, não apetece nada. O pôr do sol tem ocorrido já um pouco depois das 17h e 40’. Como em Dezembro, no 1º dia de Inverno, essa ocorrência aconteceu pelas 17h. e 15’, então relativamente ao poente, o dia já tem mais 25’. Ao nascer?! (…)

Bem… ditados são ditados. Devem ser entendidos de modo genérico. Neste, querendo  significar que os dias são realmente maiores. E esse é um facto por demais percetível. Quem se levanta cedo também se aperceberá, certamente, da situação pela manhã.

A 1ª foto, titulando o postal, o sol acabando de se pôr.

Na 2ª, temporalmente anterior à que tutela o postal, tirada no Chão da Atafona, o sol ainda a ver-se por entre as oliveiras.

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

A 3ª, os dois ícones de Aldeia da Mata. O sol ainda se vislumbra no alto da torre sineira, lado oeste.

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

Na 3ª, o sol ainda, por cima do cabanal.

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

Na 4ª, o sol quase a pôr-se, visto do início da Azinhaga do Porcozunho.

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

E, na 5ª, já após o sol se ter posto. O realce da grandeza da Araucária!

Pôr do sol. Foto original. 21.01.23.

Veja o pôr-do-sol, SFF!

04
Jan23

Pôr-do-Sol! 27/12/22 – Aldeia da Mata

Francisco Carita Mata

Adro da Igreja Matriz – Lado Sul!

Pôr-do-sol. Foto original. 27.12.22

Tentei fotografar o pôr-do-sol no primeiro dia de Inverno, dia 22 de Dezembro, mas não consegui. Dias de chuvas, o sol mal se vira. Não foi possível. O primeiro dia que obtive fotos, o mais próximo do solstício de Inverno, que ocorrera quase no final do dia 21 de dezembro, foi já no dia 27 de dezembro de 2022. Um pouco depois das 17H. e 15 minutos.

Pôr-do-sol. Foto original. 27.12.22

Interessantes estas questões dos solstícios e equinócios e do movimento aparente do sol. Na Aldeia e nos espaços territoriais que frequento, fui tentando fotografar, no ano transato – 2022 – os diferentes locais do sol a pôr-se, ao longo do ano que tenho permanecido na Povoação.

Esta foto, o mais próximo possível da data do solstício do Inverno, foi tirada no adro da Igreja Matriz, no limite Sul.

(No solstício de Verão, para fotografar a respetiva ocorrência, a foto é tirada na Travessa do Fundão, na direção da herdade da Taipa. Muito mais a Norte do local onde tirei a de 27 de Dezembro. Nos equinócios, as situações do sol no ocaso, situaram-se sensivelmente a meio deste trajeto, talvez de cerca de duzentos metros. No início da Azinhaga do Porcozunho, onde ela entronca com a Azinhaga do Poço dos Cães, sensivelmente a meio da distância referida.)

(Só apresento fotos deste início de Inverno. As das outras estações não as tenho acessíveis. De momento.)

Votos de excelente Ano de 2023!

Que consiga presenciar o sol a pôr-se, ainda por muitos dias e anos.

E também o nascer! Que nasça todos os dias e cada dia!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D