Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Apeadeiro da Mata

Apeadeiro da Mata

02
Out21

Gatos no meu Quintal (I)!

Francisco Carita Mata

Sim! Que no meu Quintal não há apenas flores!

E também um ninho.

A propósito do postal anterior e de “Cats”, hoje escrevo sobre os gatitos que resolveram adotar o Quintal, como poiso de contemplação, de amesendação fugidia, de treino atlético, de veraneio.

Gato no quintal. Foto original. 2021.08.08.jpg

Sim! Porque foi mais ou menos no início do Verão, finais da Primavera, que eles começaram a assentar mais no espaço.

Terão começado a frequentar o território ainda antes, que não consigo precisar bem.

Primeiro foi a mãe gata. A breve trecho, apareceu com dois gatinhos. Ou gatinhas, que não sei distinguir. São pedreses, conforme a imagem documenta.

Foram ganhando confiança. Fomos deixando comida em recipientes, à sombra, abrigados do calor. Que no Verão abrasa. Também vários depósitos com água, espalhados pelo espaço. Água também para a passarada e outros animais, insetos, que abundam. Também as aves, na Primavera, têm poiso certo. Inclusive, fazem ninhos todos os anos. Este ano, pelo menos dois que detetámos. Hei de apresentar mais fotos.

Ninho. Roseira Avó. Foto Original. 2021.09.05.jpg

Os gatos, nos meses anteriores, Agosto e Setembro, foi vê-los nas poses tão peculiares, de esfinges, observando-nos. Como a foto evidencia. Nos muros, emoldurados pela videira e as uvas. Nos taludes, sempre a alguma distância. Se nos deslocamos, logo fogem, subindo as árvores, trepando os postes das latadas, galgando os muros.

Mas sempre à coca.

Gato observando. Foto original. 2021.08.08.jpg

Acompanhando-nos, principalmente ao final da tarde. Buscando comida, sempre a correr… fugidios.

Coisas de Gatos, digamos… ou Gatas, que não sei!

Saúde!

01
Out21

Dia Internacional da Música 2021

Francisco Carita Mata

CATS: “Lembranças…

1 de Outubro de 2021

CATS musical.jpeg

Hoje, neste postal, estabeleço uma ligação para outro de Aquém-Tejo, com uma crónica sobre CATS. Espetáculo a que assistimos, no Campo Pequeno, vai fazer sete anos.

Que Saudades temos de assistir a um bom espetáculo musical.

Enquadro este postal em Apeadeiro. Poderia tê-lo estruturado em Aquém-Tejo e o tema que publiquei neste, tê-lo divulgado no Apeadeiro. Mas não me lembrei.

Ter dois blogues proporciona a vantagem de publicar dois postais no mesmo dia.

Coisas que tenho vindo a aprender, com outros e outras “colegas de ofício”!

A divulgação desta crónica, CATS, também me surgiu na sequência de postal de “Poetaporkedeusker”.

Este postal é uma lembrança do "Vale", onde para além da passarada, oiço o rumorejar do vento no canavial!

Canavial no vale. Foto original. 2021.07.21.jpg

Obrigado a todos/as. Muita Saúde.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D