Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Apeadeiro da Mata

Apeadeiro da Mata

07
Mai24

Lura de coelho!

Francisco Carita Mata

Chão da Atafona – Aldeia da Mata

20240503_174626.jpg

Quando publiquei o postal sobre “Queima-de-inertes-da-poda-de-oliveiras”, a 5ª e última foto documentava algo que me parecia ser uma “lura de coelho”.

Fui acompanhando as transformações do espaço.

No início de Maio, o local estava conforme mostra a foto supra (05/05/24).

Sinal de que os coelhinhos já estariam relativamente criados, já entravam e saíam da toca, acompanhando a mãe.

Não que eu os tivesse visto, que não vi!

Baseio-me nos ensinamentos do meu Pai que assim me dizia. Enquanto a lura fechada, os coelhinhos estavam recentemente nascidos. Todas as noites a mãe lhes ia dar de mamar. Quando a toca já está ligeiramente aberta é sinal de que os coelhinhos já estão com alguma autonomia, mas ainda dependentes.

Já saindo, acompanhando a mãe. (Também me confirmou o Srº José Domingues.)

Bem, o que desejo é que os coelhitos se consigam criar. Que há por ali também raposinhos esfomeados.

No mesmo Chão, e perto desta lura, esteve outra que foi aberta e destruída, talvez por alguma raposa desejosa de dar de comer aos filhotes!

No final do mês passado, o Luís também me mostrou uma galinha esventrada, também certamente por raposas. Disse-me que, nessa tarde, em pleno dia, foram dez galinhas que foram mortas!

Noutro dia, também à luz do dia, as ovelhas vinham fugindo espavoridas. O que era?!

Uma raposa ou raposo que as perseguia!

Isto dos animais, no campo, tem muito que se lhe diga!

Maio feliz, também para os coelhinhos!

E os raposinhos?!

…   … …

Tudo de bom para si, Caro/a Leitor/a!

 

28
Abr24

Queima de inertes da poda de oliveiras.

Francisco Carita Mata

Chão da Atafona

O último postal que escrevi em “Apeadeiro” foi sobre a poda das oliveiras.

Como sabe, dessa poda, resultam ramos e chamiços que, após aproveitar alguma - pouca - lenha, devem ser queimados.

Foi isso que fiz neste mês de Abril, aproveitando alguns dias mais frescos.

(Com a devida autorização, claro.)

Apresento algumas fotos do trabalho efetuado.

Dois restos de queimas efetuadas, em dias diferentes:

20240424_125238.jpg

(No mais recente, ainda se vislumbra um restinho de fumo.)

No enquadramento da paisagem, além das Oliveiras podadas, os dois Cedros, que já têm figurado em postais. E uma novidade: implantada em Março, a "Torre Eiffel" da Aldeia!)

Na foto seguinte, espaços das queimadas, uma forquilha de cabo comprido - um dos instrumentos indispensáveis - e dois baldes, com a àgua já despejada sobre os restos de fogo:

20240424_125212.jpg

A queima quase concluída:

20240424_110509.jpg

Um dos molhos de chamiços, antes de iniciar a queimada:

20240424_092531 (1).jpg

Por entre os chamiços e após retirá-los, para serem queimados, encontrei este espaço especial.

20240424_125256.jpg

Saberá o/a Caro/a Leitor/a de que se trata?!

Saúde e Paz!

24
Nov23

Fogo regenerador! Queimas e Queimadas.

Francisco Carita Mata

Queimada Vale de Baixo. Original. 21.11.23

Vale de Baixo – Aldeia da Mata - Novembro 23

O Fogo um dos “quatro elementos”, segundo os “Antigos”, pode ser altamente destruidor. Nos últimos anos, fruto de variadas circunstâncias, a que não é alheia a incúria dos homens, essa tem sido a sua proeminente faceta.

Mas também pode ser regenerador. E também um modo simples e preventivo do respetivo efeito destruidor.

A foto inicial documenta queima de inertes no Vale de Baixo, na passada 3ª feira, 21/11, durante a manhã e tarde.

Ao final da tarde, quem haveria de me aparecer, no limite NW da propriedade, onde estava na queimada?!

Pois… O Gato Gil.

Gato GIL. Foto original. Nov.23.

Apenas com três patitas, coxeando, lá chegou ele, a fazer-me companhia!

Ficou até depois do sol-posto, quando dei por terminada a função naquele dia.

Regressou. E teve a recompensa. Ele e os sobrinhos. E a mana.

Os animais são deveras interessantes!

Por aqui, os dias continuam soalheiros, apesar de frios. Ontem, o pôr-do-sol voltou a ser de magia!

Saúde e Paz, tanta falta faz!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D